Nas Bancas

Dulce Félix

Dulce Félix

Getty Images

Dulce Félix: "Como era uma festa, não achámos que era grave"

Três explosões ocorreram nesta segunda-feira junto à linha da meta da maratona de Boston, provocando dois mortos e 64 feridos, segundo um balanço provisório feito pelas autoridades, que confirmaram ainda que estas explosões foram provocadas por bombas.

Lusa
15 de abril de 2013, 22:51

A atleta portuguesa Dulce Félix, que participou hoje na maratona de Boston (EUA), disse à Lusa que permanece retida, por precaução, num hotel, depois de se registarem duas explosões que a desportista pensou serem sons de festejos.
"Como era uma festa, não achámos que era grave", afirmou a atleta em declarações à agência Lusa por telefone.
Dulce Félix explicou que a organização da prova pediu aos atletas de elite que permanecessem no hotel, a cerca de duzentos metros do local da meta, onde se registaram hoje duas explosões cerca das 15h00 locais (20h00 em Lisboa).

Palavras-chave

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras