Nas Bancas

Miguel Relvas demitiu-se

O Governo já confirmou a saída do ministro Adjunto e dos Assuntos Parlamentares.

Redação CARAS
4 de abril de 2013, 16:11

"O Gabinete do Primeiro-Ministro informa queo ministro Adjunto e dos Assuntos Parlamentares, Miguel Relvas, apresentou ao primeiro-ministro o seu pedido dedemissão, que foi aceite. Em face desta situação, o primeiro-ministro proporáoportunamente ao Presidente da República a exoneração do ministro Adjunto e dosAssuntos Parlamentares e a nomeação do seu substituto", pode ler-se numa nota enviada à comunicaçãosocial, na qual se confirma que Pedro PassosCoelho aceitou esta quinta-feira, 4 de abril, a demissão de Miguel Relvas.
"O primeiro-ministro enaltece alealdade e a dedicação ao serviço público com que o ministro Miguel Relvasdesempenhou as suas funções, bem como o seu valioso contributo para ocumprimento do Programa do Governo numa fase particularmente exigente para opaís e para todos os portugueses", adianta ainda o comunicado.
Na origem desta decisão estará, segundo o sitedo Expresso, o caso ligado à sualicenciatura, já que o ministro Adjunto e dos Assuntos Parlamentares tirou ocurso de Ciência Política em apenas um ano, tendo recebido equivalência a 32das 36 cadeiras pela sua “experiênciaprofissional”. A Inspeção Geral da Educação e Ciência ter ordenado umaverificação aos processos de atribuição de equivalências recentemente, o queterá pressionado a demissão de Miguel Relvas para evitar mais um escândalo noGoverno.

Palavras-chave

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras