Nas Bancas

Eduarda Abbondanza: “Se não confiasse não teria conseguido vencer um cancro”

Criadora do certame, Eduarda partilhou com a CARAS as dificuldades que viveu no ano que passou, quando enfrentou o cancro pela segunda vez.

Redação CARAS
24 de março de 2013, 11:00

Depois de ter lutadocontra um cancro em 2007, Eduarda Abbondanza voltou a enfrentar a doençano ano passado, como nos revelou durante a 40.ª edição da ModaLisboa: “Descobridurante um exame de rotina, em março, altura em que já estava doente. Comecei aquimioterapia a 17 de abril, já que não quis fazê-lo no dia do meu aniversário,a 15. Adoeci quando dois grandes amigos morreram de cancro e isso foi um grandepeso, pois eu estava a arrancar para a minha luta quando eles tinham perdido adeles. Não foi algo tornado público pois queria centrar todas as atenções emmim e só podia ter a meu lado duas ou três pessoas. Já terminei os tratamentose agora tenho um ano de recuperação. Já fiz duas etapas de exames e voucontinuar a ser seguida nos próximos cinco anos. A Fundação Champalimaud,instituição que me acompanhou, foi fundamen­tal neste processo. É importanteestarmos bem informados para termos a capacidade de lutar esta batalha ao ladodos médicos.”

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras