Nas Bancas

Joana Vasconcelos instala-se na Ajuda

‘O Palácio de Versalhes é despido de intimidade, este é muito vivido’

Cláudia Alegria
23 de março de 2013, 12:00

Quando aqui cheguei fiquei absolutamente deslumbrada com o espaço. E pensei: ainda consigo fazer melhor do que em Versalhes, porque a Ajuda é muito vivida, tem um lado doméstico, faz parte da nossa cultura, enquanto Versalhes é um palácio quase sem decoração e sem móveis, muito despido de intimidade”, explicou Joana Vasconcelos, na conferência de imprensa de apresentação da exposição de 37 obras de sua autoria, 26 das quais nunca vistas em Portugal, que estará patente no Palácio da Ajuda, em Lisboa, de 22 de março a 25 de agosto. Na ocasião, a artista plástica adiantou: “A honra de estar num palácio português é muito maior do que estar em Versalhes, porque este é meu, é da minha História, é do meu passado, e quero que seja do meu futuro.”

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras