Nas Bancas

Luís Figo

Luís Figo

Getty Images

Caso Taguspark: Figo recusou ideia de contrato ter sido contrapartida de apoio a Sócrates

O antigo futebolista garantiu que o apoio que deu a José Sócrates foi como "cidadão" que se interessa pelo rumo do país.

Lusa
22 de fevereiro de 2013, 17:01

O futebolista Luís Figo recusou hoje a ideia de que o contrato de 750 mil euros, que assinou com o Taguspark, tenha sido uma contrapartida pelo apoio público que deu a José Sócrates, em vésperas das eleições legislativas de 2009.
Questionado pelo procurador Luis Eloy, sobre a possibilidade de ter vislumbrado "relações perigosas" entre os dois factos, Luís Figo respondeu que não lhe cabe pensar se há ou não "coincidência", garantindo que o apoio que deu a José Sócrates foi como "cidadão" que se interessa pelo rumo do país.
Falando como testemunha, por videoconferência, a partir de Itália, Figo revelou que foi alguém do gabinete do então primeiro-ministro que entrou em contacto com o seu empresário Miguel Macedo, para discutir o apoio a Sócrates. Lembrou a propósito que, anteriormente, também apoiara Jorge Sampaio.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras