Nas Bancas

Alec Baldwin

Alec Baldwin

Getty Images

Alec Baldwin investigado por alegados insultos racistas a um fotógrafo

A situação aconteceu no passado domingo quando o ator saía do seu apartamento em Nova Iorque.

Redação CARAS
20 de fevereiro de 2013, 16:41

Alec Baldwin está a ser investigado por, alegadamente, ter insultado um fotógrafo negro. A situação ocorreu no passado domingo quando o ator saía do seu apartamento, em Nova Iorque, e foi abordado por G. N. Miller e pela repórter Tara Palmeri que queriam saber informações sobre a denúncia que a sua mulher, Hilaria Thomas, sofreu por parte de uma cliente que magoou a perna numa janela durante a aula de ioga dada no seu estúdio privado. Outras fontes afirmam que o ator também foi questionado acerca da gravidez da mulher, de 28 anos.
O fotógrafo do jornal New York Post denunciou Baldwin por ter-lhe chamado nigger, um adjetivo depreciativo e racista para falar de uma pessoa de raça negra. Além disso, o ator terá ameaçado verbalmente Tara Palmeri, dizendo-lhe que ia “estrangulá-la até à morte”. O momento ficou registado num gravador e foi usado como prova na denúncia feita na Unidade de Crimes de Ódio.
No Twitter, Alec Baldwin fez várias publicações sobre o incidente e afirmou que “jamais” na sua vida teria proferido aquela palavra a qualquer pessoa. Como prova, o protagonista de 30 Rock informou que uma das suas últimas doações foi feita a uma instituição que possui o nome de um tenista famoso de raça negra.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras