Nas Bancas

Adelaide Ferreira com a filha Luana

Adelaide Ferreira com a filha Luana

CARAS

Adelaide Ferreira garante que a filha não saiu de Portugal grávida

A cantora falou pela primeira vez sobre o aborto da filha Luana no Facebook.

Redação CARAS
20 de fevereiro de 2013, 11:33

Duas semanas após ter conseguido a guarda da filha, Luana, de 15 anos, acusada de ter praticado um aborto no Brasil, Adelaide Ferreira falou pela primeira vez sobre o assunto no Facebook. “Jamais deixaria a minha filha ir para o Brasil se estivesse grávida e a opção fosse o aborto, uma vez que no Brasil o aborto é ilegal”, escreveu em comunicado.
A cantora contou que não tinha permitido o que a filha “fez se tivesse conhecimento de que estava grávida”. No entanto, Adelaide tem esperança que as coisas se resolvam no futuro. “Estamos a recuperar do tempo difícil que vivemos. A minha filha Luana, após completar o nono ano, foi de férias para o Brasil. Como planeado, está matriculada num curso profissional, que tanto deseja, bem como outras atividades complementares”, disse.
Adelaide Ferreira explicou ainda o porquê de as autoridades brasileiras terem deixado que Luana regressasse a Portugal. “A Luana regressou comigo a Portugal, e isso é mais do que prova de que o tribunal no Brasil confiou em mim para continuar a cuidar dela”, acrescentou.
Recorde-se que o aborto terá ocorrido no passado dia 4 de janeiro, quando a filha da artista deu entrada no Hospital Universitário Julio Muller, em Cuiabá, com hemorragias, depois de ter tomado medicamentos para abortar comprados na internet por 50 dólares. Luana mantém uma relação com o pai da criança, Jean Carlo de Lima Arruda, de 21 anos, há cerca de um ano.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras