Nas Bancas

Fernando Nunes

Fernando Nunes

D.R.

A escolha de… Fernando Nunes

A moda e o ensino são as grandes paixões do estilista que desde há seis anos assina a coleção masculina da Lion of Porches.

Joana Brandão
17 de fevereiro de 2013, 19:00

Natural de Castelo de Paiva, mudou-se para o Porto para estudar noCITEN, formação que culminou com um estágio no Comité de Coordination desIndustries de la Mode Masculine, em Paris. No regresso a Portugal, FernandoNunes enveredou pelo ensino e durante 20 anos lecionou Design de Moda naGUDI, atual Escola de Moda do Porto. Ensinar é um dos seus maiores prazeres,mas nos últimos seis anos dedicou-se em exclusivo à criação da coleçãomasculina da Lion of Porches, uma marca nacional de inspiração britânica comforte presença no estrangeiro.

Homem de paixões, Fernando Nunes tem na filha, Leonor, de 17anos, a sua companheira de todos os momentos. Nos tempos livres, o estilistagosta de reunir os amigos em casa e cozinhar para todos.
O FILME: "Pátio das Cantigas"
Realizado em 1942, este filme de Fran­cisco Ribeiro conseguefazer-me rir sempre que o vejo, e já conto umas centenas de vezes. A cena emque o Vasco Santana pede lume a um candeeiro e a fantásticarepresentação do António Silva no papel de Evaristo são inesquecíveis.
O LIVRO: "Uma Casa no Fim do Mundo"
Neste livro, o Prémio Pulitzer Michael Cunning
ham
trata temaspolémicos nas relações entre as pessoas e comportamentos menos comuns.
A MÚSICA: "That's What Friends Are For"Emociono-me sempre que ouço a Dionne Warwick cantar este temacom o Stevie Wonder, a Whitney Houston e o Luther Vandross.
O CONCERTO: Carl Hancock Rux
Vi-o na Sala 2da Casa da Música e marcou-me porque toda a gente se levantou para dançar. Foioúnico concerto a que assisti em que tive a sensação de que toda a gente seconhecia. No final, a festa continuou numa sessão de autógrafos com o Carl,os músicos e os coristas.
A VIAGEM: Sul de França
A viagem de carro que fiz pelo sul de França, nos anos 90, continua a seruma referência. O chique de Cannes e Nice, o glamour de Saint-Tropez e adescontração de Juan-les-Pins foram condimentos essenciais para umas fériasinesquecíveis, com muito bom tempo e excelente companhia.
O MUSEU: Gare d'Orsay
Originalmente uma estação ferroviária, foi transformada em museu em 1977. Destacoo requinte e o charme do edifício, assim como a coleção permanente que contacom obras de Van Gogh, Monet e Degas. Em Nova Iorque,elejo o Museu Guggenheim, pela sua arquitetura.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras