Nas Bancas

Lindsay Lohan

Lindsay Lohan

Getty Images

Lindsay Lohan pode vir a ser presa

De acordo com o 'The Sun', Lindsay Lohan despediu a sua advogada, a quem ainda deve cerca de 213 mil euros, e pode vir a enfrentar uma pena de prisão.

Redação CARAS
15 de janeiro de 2013, 17:17

Lindsay Lohan demitiu a sua advogada, Shawn Holley, mesmo antes de esta ter a possibilidade de enviar para o Tribunal de Nova Iorque um acordo para invalidar a sentença de prisão. Ao que tudo indica, Lindsay Lohan não pagava à sua advogada desde agosto. Durante estes seis meses a profissional, que é bastante respeitada por promotores e juízes, defendeu a atriz das três últimas acusações que lhe foram feitas: roubo de uma joia, mentir à polícia depois de um acidente de automóvel em Santa Monica, California, e agressão a uma mulher que estava a falar com os seus amigos numa discoteca. 
Depois de ter dispensado os serviços de Shawn Holly, a atriz resolveu ser representada pelo advogado Mark Heller que esteve impedido de exercer durante cinco anos. O advogado voltou aos tribunais em 1994, mas é retratado no New York Times pelos seus colegas de profissão como uma ameaça ao interesse público.
Shawn Holely foi notificada pelo atual advogado de Lindsay com uma procuração assinada pela atriz que nega poderes de representação à advogada e que os concede a Mark Heller.Mas, ao que tudo indica, a atriz já está arrependida da sua decisão. Fontes próximas de Lindsay Lohan revelaram ao TMZ que atriz já pediu ao seu atual advogado para revogar a procuração e reenviar uma nova notificação a Shawn Holley. Ainda de acordo com o mesmo site Lindsay está desesperada e quer a sua advogada de volta.
Hoje a atriz apresentou-se pela vigésima vez em tribunal e vai ser julgada por dois casos independentes: o do alegado roubo de uma joia e o do acidente de automóvel em Santa Monica.
Caso a atriz não tenha nenhum representante que tente chegar a acordo com o tribunal, enfrentará uma dura pena de prisão. 

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras