Nas Bancas

Cicciolina

Cicciolina

Getty Images

Cicciolina novamente dedicada à política

A ex-atriz pornográfica voltou à política e fundou um partido que promete legalizar a prostituição e o casamento homossexual em Itália.

Redação CARAS
14 de janeiro de 2013, 15:38

Democracia, Natureza, Amor (DNA) é o partido liderado por Ilona Staller, mais conhecida por Cicciolina,e pelo advogado Luca Di Carlo. Oobjetivo dos dois será uma candidatura às eleições legislativas italianas quevão acontecer já no dia 24 de fevereiro.
Entre os temas mais quentes do programa da dupla estão a reabertura de bordéis,o reconhecimento da prostituição como uma profissão e a legalização docasamento homossexual. Mas o partido promete ainda um salário mínimo garantidopara os jovens, sendo que a percentagem de desempregados em Itália com idadesentre os 15 e os 24 anos é de 32,6%. Quando questionado sobre como conseguiriafinanciar esse salário, Cicciolina respondeu aos jornalistas que vai cortar nosgastos militares.
Na nossa lista aparecem pessoas comunsde todas as classes sociais. Este é um grupo que procura dar uma verdadeirarepresentação do povo e é contra o despotismo e o governo elitista”,explicou a ex-atriz, que anda a divulgar o partido na imprensa italiana nosseus habituais trajes reduzidos e exuberantes.
Apesar dos seus 62 anos, Cicciolina mantém o seu aspeto jovial e um rosto semrugas. Famosa pela sua participação em filmes para adultos, a húngara que senacionalizou italiana tem relembrado nos últimos dias os anos em que esteve naCâmara dos Deputados. “Respeitavam-me,mas para alguns eu era apenas uma pedra no sapato. As mulheres do partido e dospartidos socialistas respeitavam-me muito. No entanto, oshomens mandavam-me mensagens com frases como: ‘Convido-a para jantar hoje ànoite’ ou a perguntar o que tinha vestido debaixo da roupa”, explicou. “Sendo deputada enfrentei muitospreconceitos, alguns colegas olhavam-me de forma diferente, mas comecei aapresentar propostas começaram a entender que não era só uma cara bonita, quetambém tinha alguma coisa na cabeça. Quando falava na Câmara sobre a violênciasexual, muitas vezes recebia aplausos”, afirmou Cicciolina numa entrevistaem 2006, citada pelo site da revista Hello!.
A ex-atriz vive agora num modesto apartamento com o seu filho, Ludwig, de 19 anos, apesar de a guardadeste ter sido entregue em 1998 pela justiça norte-americana ao pai, Jeff Koons.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras