Nas Bancas

Amy Winehouse

Amy Winehouse

Getty Images

Novo inquérito confirma que Amy Winehouse morreu por intoxicação alcoólica

As causas da morte tinham sido reavaliadas e foram hoje confirmadas pela polícia britânica.

Redação CARAS
8 de janeiro de 2013, 15:41

A causa de morte de Amy Winehouse foi hoje definitivamente confirmada pela polícia britânica. A cantora, morreu por acidente devido à ingestão de uma quantidade abusiva de álcool, segundo os resultados do segundo inquérito realizado. Este novo inquérito veio assim confirmar os resultados do primeiro.
Shirley Radcliff, a médica legista de St. Pancras, declarou que Amy morreu devido a uma intoxicação alcoólica, uma vez que o nível de álcool no seu sangue era tão elevado que poderia causar perda dos sentidos e morte.
A cantora, que teria passado por um período de abstinência, tinha na altura 416 miligramas de álcool por decilitro de sangue, cinco vezes mais que o permitido por lei para conduzir (80 miligramas).
A investigação foi repetida depois da demissão da médica legista que conduzia a primeira investigação, em outubro de 2011.
Segundo foi apurado, a médica não possuía as qualificações suficientes para exercer o cargo no Reino Unido. No entanto, a família da cantora não concordou com a realização da nova avaliação por estar satisfeita com o resultado da primeira.
Amy Winehouse, de 27 anos e vencedora de um Grammy, foi encontrada morta em Camden, a 23 de julho de 2011, depois de uma vida de sucesso e escândalos impressos nas capas de jornais e revistas no mundo inteiro, na sua maioria relacionados com o consumo de álcool e drogas.
No dia do funeral da cantora, o seu pai, Mitch, contou histórias sobre a sua infância e despediu-se dizendo: “Boa noite meu anjo, dorme bem. A mãe e o pai amam-te para sempre”.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras