Nas Bancas

Teresa Pinto Coelho: "Só as pessoas felizes trazem felicidade aos outros"

Dias antes do Natal, Teresa Pinto Coelho recebeu-nos na sua casa de família, no Restelo, que há três anos partilha com o reumatologista António Vilar.

Andreia Cardinali
5 de janeiro de 2013, 16:00

Em jovem já se preocupava com a aparência, muito devido ao exemplo da mãe, que jamais saía de casa sem pôr um pouco de rímel e pó de arroz. O tempo passou e, respeitando sempre a máxima romana “mente sã em corpo são”, Teresa Pinto Coelho nunca desleixou os cuidados estéticos, que sempre aliou à prática de desporto. Por isso, defende que a idade não passa de um número e só após alguma insistência revelou à CARAS que tem 66 anos. A confissão foi feita numa conversa que decorreu em sua casa e durante a qual – e acreditando que podia ser um bom exemplo para que as mulheres da sua idade não deem tréguas à passagem dos anos –, nos contou quais os segredos da sua juventude. Um deles foi consultar, há seis meses, o famoso médico das estrelas Dr. Christian Chams, que cuida da aparência da princesa Letizia, entre outras celebridades, e experimentar o seu método inovador de rejuvenescimento no rosto, pescoço e mãos. Uma decisão em que teve o apoio do companheiro, o reumatologista António Vilar.
– Por que é que decidiu recorrer aos cuidados do Dr. Chams?
Teresa Pinto Coelho –
Propu­seram-me fazer este tratamento e como já tinha visto resultados em pessoas minhas amigas achei que era de experimentar. Na minha idade, a pele já necessita de rejuvenescer um pouco e fiquei muito contente com o resultado. Nota-se diferenças logo na primeira sessão, e não é nada traumatizante. Fiz um tratamento por mês, desde junho, e terminei agora. Todos os dias tenho coisas para fazer e duas ou três horas depois podia logo maquilhar-me, desde que tenha alguns cuidados com a pele, que também já tinha anteriormente.
– Em que consiste o tratamen­to que fez?
É muito simples e nada doloroso. Não precisa de anestesia e a pessoa só tem de se mentalizar que vai levar umas picadinhas. Basicamente, consiste na aplicação de um complexo de vitaminas que o Dr. Chams desenvolveu e que, de facto, faz a diferença. Sinto a pele mais firme, com os contornos mais definidos, sem que se perceba que mudou alguma coisa. Parece que fico com um ar mais descansado e mais fresco.
– E as vitaminas injetadas no rosto são as mesmas que são usadas nas mãos e pescoço?
Ele muda de seringas duran­te o tratamento, mas não sei se diferem de um local para o outro.
– Por que sentiu necessidade de recorrer a este tratamento?
Não sou o género de pessoa de recorrer a institutos para massagens ou o que quer que seja, até porque não tenho tempo, mas achei que não poderia desperdiçar a oportunidade de experimentar este tratamento. Falei inclusive com o António, que também é médico, e que me disse que de­veria experimentar, já que não tem nada de invasivo, e que logo veria os resultados. Ele não é na­da a favor de cirurgias e tem-me apoiado imenso nisto.
– E os resultados corresponderam mesmo às suas expectativas?
Sim, mas o que me entusiasma mais é que este tratamento tem resultados a longo prazo. Acho que devemos fazer tudo o que nos ajude a sentir bem, esteja ao nosso alcance e não interfira com a nossa saúde.
– Sempre foi cuidadosa com o aspeto exterior?
Sim, sempre, sem esquecer o aspeto interior, por isso a minha atitude perante a vida é sempre positiva. Acredito que só as pessoas felizes podem trazer felicidade aos outros. Eu sempre fui muito disciplinada comigo mesma, tanto em matéria das minhas obrigações e daquilo que acho dever ser a minha conduta, como nas coisas do meu dia-a-dia. Saio arranjada de manhã como sempre fiz, e basta pôr mais uns pozinhos para estar pronta para um evento.
– E como é o seu dia-a-dia?
De manhã, faço os meus te­lefonemas, trato dos meus assun­tos, passeio os meus cães e vou ao ginásio. À tarde, tento ir ver os meus netos, jogo golfe e estou com os amigos.
– Não é muito comum ter 66 anos e estar como a Teresa está...
Sempre gostei muito de fazer desporto e sinto-me com muita energia. Tenho muito entusiasmo pela vida e todos os dias acordo a pensar que tenho um dia novo pela frente. Há que ter objetivos na vida e as pessoas também devem ter em conta que têm de se sentir bem e fazer com que os que estão ao seu lado também se sintam. As pessoas não devem andar mal dispostas e com um aspeto que agrida os outros. Eu não conseguia viver assim comigo própria. Não gostava de viver a vida assim...
– E não se vê como um exemplo para as mulheres da sua idade?
Seria muito presunçoso da minha parte dizer isso [risos]. Mas se puder mostrar às outras pessoas que uma atitude positiva, alguma autodisciplina e cuidados diários, além do rigor com que nos arranjamos, fazem diferença, ótimo!
– Sei que o seu filho, Pedro Passanha Guedes, ainda não sabe que fez estes tratamentos...
Não. E acho que não notou. O meu filho é pouco interessado nestas coisas e não aprova nada que eu me preocupe com o aspeto, embora também faça gosto nisso. E os meus netos, o Francisco e a Maria Luísa, fazem imenso gosto e eu acho muito divertido arranjar-me para eles também.
– Por que é que não contou ao seu filho?
Nunca interferi na vida do meu filho, nem nas suas escolhas e, por isso, temos respeito mútuo um pelo outro e pelas opções de cada um. Ele caça e eu também não gosto, pois sou defensora dos animais, e ele não me fala das suas caçadas... Há assuntos que não abordamos.
– Já está com o António há três anos. Como descreveria a fase que estão a viver?
É ótima. Quando se é mais velho, há hábitos que já estão enraizados, e temos de tentar fazer cedências, de maneira a que ambos nos sintamos bem. Penso que já tomámos o pulso à personalidade e feitio um do outro e já sabemos com o que contamos. Não acabou o entusiasmo inicial, e continuamos a namorar, mas já se instalou euma certa rotina, que é muito boa. Sinto-me muito bem com a fase que estou a viver.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras