Angélico Vieira: Rita Pereira testemunha no caso da compra do BMW

A atriz é uma das testemunhas do processo que pretende clarificar se o contrato de compra e venda do BMW 635 foi falsificado.

03 Janeiro 2012 às 16:23

Rita Pereira.jpg
Rita Pereira
Nuno Miguel Sousa
fullscreen

Rita Pereira vai ser ouvida em tribunal no âmbito do processo que investiga a alegada falsificação do contrato de compra e venda do BMW 635 celebrado entre Angélico Vieira e o Stand Auguscar. De acordo com o Correio da Manhã, “a jovem atriz foi indicada como testemunha pela mãe do cantor, Filomena Vieira – que não acredita que o filho tenha comprado o automóvel ao empresário Augusto Fernandes, dono do stand”.

O diário adianta que Rita Pereira foi a primeira pessoa a falar com o empresário depois do acidente que tirou a vida ao cantor, uma vez que foi este que a informou do despiste. Terá sido justamente nessa altura que o dono do Auguscar disse que o carro era emprestado. Como tal, o testemunho da ex-namorada de Angélico, que será ouvida em breve no Tribunal de Estarreja, é considerado fundamental.

Recorde-se que o acidente ocorreu na madrugada de 25 de junho de 2011 e Angélico Vieira morreu três dias depois no Hospital de Santo António, no Porto.

Palavras-chave do artigo
acidente, Angélico Vieira, Auguscar, Augusto Fernandes, BMW, morreu, Rita Pereira

Relacionados

Comentários
Atenção:
este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

 

ÚLTIMAS

Relacionados

Inquérito

Caso Nóos

Caso Nóos

Acha que a infanta Cristina está envolvida no caso Nóos, em que o marido, Iñaki Urdangarín, é acusado de fraude fiscal, branqueamento de capitais e desvio de fundos públicos?

EM DEBATE
no Momento
Share