Nas Bancas

Renato Seabra

Renato Seabra

Reuters

Sentença de Renato Seabra é conhecida hoje

O modelo enfrenta uma pena mínima de prisão 15 anos a perpétua e máxima de 25 anos a perpétua.

Lusa
21 de dezembro de 2012, 11:43

O português Renato Seabra, declarado culpado pelos jurados de um tribunal de Nova Iorque pelo homicídio em segundo grau do cronista social Carlos Castro, em janeiro de 2011, conhece hoje a sentença que será ditada por um juiz.
A decisão dos jurados foi comunicada a 30 de novembro ao Tribunal nova-iorquino após mais de seis horas de deliberações, cabendo ao juiz Daniel Fitzgerald ditar hoje a sentença relativa ao crime cometido no quarto que vítima e agressor partilhavam num hotel de Nova Iorque.
O jovem, detido há mais de um ano no estabelecimento prisional de Rikers Island, enfrenta agora uma pena mínima de prisão 15 anos a perpétua e máxima de 25 anos a perpétua.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras