Nas Bancas

Renato Seabra

Renato Seabra

Reuters

Renato Seabra condenado de 25 anos a prisão perpétua

Pelo homicídio de Carlos Castro.

Lusa
21 de dezembro de 2012, 16:15

O português Renato Seabra, declarado culpado pelos jurados de um tribunal de Nova Iorque pelo homicídio em segundo grau do cronista social Carlos Castro, foi hoje condenado a uma pena de 25 anos a prisão perpétua. Só depois de cumprir o tempo mínimo de pena, os 25 anos, é que Renato poderá pedir liberdade condicional. Se for negado o pedido, este pode ser renovado de dois em dois anos, mas dependerá sempre da avaliação de uma comissão. Na prática, Renato Seabra poderá cumprir prisão perpétua.
Pela primeira vez desde o início do julgamento, hoje Renato Seabra falou: pediu desculpa à família, dizendo que não sabe porque cometeu o crime. A mãe, Odília Pereirinha, assistiu à leitura da sentença, mas não quis prestar declarações. Uma das irmãs de Carlos Castro já reagiu, dizendo estar satisfeita com a pena aplicada.
A defesa de Renato Seabra tenciona recorrer da sentença.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras