Nas Bancas

Amy Winehouse

Amy Winehouse

Getty Images

Morte de Amy Winehouse novamente investigada

As circunstâncias da morte da cantora vão ser reavaliadas.

Redação CARAS
17 de dezembro de 2012, 17:59

Um porta-voz das autoridades de Camden, no norte de Londres, anunciou que as conclusões do inquérito sobre as circunstâncias da morte de Amy Winehouse vão ser reconsideradas porque foi descoberta uma irregularidade no processo. Suzanne Greenaway, mulher e assistente de Andrew Reid, o médico legista que supervisionou a investigação, renunciou ao cargo em novembro do ano passado, depois de as suas competências terem sido questionadas, uma vez que não tinha os cinco anos de prática exigidos por lei no Reino Unido para conduzir o inquérito. A técnica tinha sido nomeada para o cargo pelo marido, que também se demitiu este mês, após ter sido alvo de um processo disciplinar.
Recorde-se que, em outubro de 2011, Suzanne Greenaway concluiu que a morte de Amy Winehouse foi causada por uma ingestão excessiva de álcool depois de um longo período de abstinência.
A nova audiência terá lugar no próximo dia 8 de janeiro, no tribunal St. Pancras, na capital inglesa.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras