Nas Bancas

Ana Antunes em casa

Decoradora abre as portas do seu mundo de afetos.

Marta Mesquita
16 de dezembro de 2012, 10:00

Juntos há sensivelmente 12 anos, Ana Antunes e Pedro Filipe-Santos têm sido uma boa equipa dentro e fora de casa. Fundadores da produtora de televisão Briskman, responsável pelo programa Querido, Mudei a Casa, transmitido pela SIC Mulher, a decoradora e o empresário são apaixonados por aquilo que fazem. Contudo, Ana garante que quando chegam a casa o trabalho fica à porta, passando a ser o filho, Martim, de sete anos, o centro de todas as suas atenções.
Em plena época natalícia, a empresária e decoradora abriu as portas do seu refúgio familiar e partilhou os afetos que ‘decoram’ a sua vida mais privada.
– Qual foi a sua inspiração para esta decoração de Natal?
Ana Antunes
– Este Natal quis desmistificar aquela ideia de que não se pode misturar o prateado com o dourado. Também quis reinventar aquelas peças que já temos, como o castiçal que era da avó ou a moldu­ra de família. Quis usar objetos que não fossem tão associados ao Natal, mas que fazem parte das nossas vidas.
– A Ana e a sua família vivem no Chiado, uma das zonas da cidade com mais vida. Gosta de viver no meio desta agitação?
– Adoro! Nós sentimos o Chia­do como a nossa aldeia, porque temos o escri­tório junto à Praça Luís de Camões, mora­mos a apenas umas ruas de distância e temos aqui a mercearia e a igreja, tal como na aldeia! É uma zona movimentada e eclética e isso acaba por ser uma inspiração para nós. Dá muito jeito ter o escritório perto de casa, acho que só assim é que é possível fazer tudo aquilo que tenho para fazer. No meu dia-a-dia tenho de conciliar constantemente a versão empresária com a de produtora, de decoradora, de mãe e de mulher. Trabalho muitas horas por dia.
– Há dois anos, quando a entrevistámos, a Ana confidenciou que queria voltar a ser mãe. Esse desejo mantém-se?
– Na altura o meu segundo filho era o Querido, Mudei a Casa e agora arranjei mais dois: o meu blogue e a loja do Querido! [risos] Mas mantenho o sonho de ter mais um filho, gostávamos que o Martim tivesse um irmão. Sei que não é automático, mas espero engravidar brevemente.
– Gostava de ter uma menina ou não se importa de viver rodeada de homens?
– Por acaso gostava de ter mais um menino, porque não me importo nada de viver só com homens. O Martim é completamente apaixonado por mim e é muito preocupado e cuidadoso comigo, apesar de ter sete anos. O Pedro é uma pessoa mais desligada, mais virada para a criação, e acho que o Martim sente que tem de me compensar. Gosto de viver no meio dos meus homens, porque são ambos apaixonados por mim. Não escondo esse meu egocentrismo. Claro que se tiver uma menina, vou adorar brincar com ela às casinhas ou deixá-la experimentar os meus sapatos!
Tem sido fácil partilhar também a vida profissional com o Pedro ou é um desafio?
– Se não trabalhássemos juntos já não seríamos um casal, porque nem nos veríamos! Temos a capacidade de desligar do trabalho quando chegamos a casa. Aqui, as nossas atenções vão para o Martim. O Pedro e eu completamo-nos, somos muito cúmplices.
– A Ana esteve sempre ligada à produção de programas até que, há cerca de quatro anos, passou para a frente das câmaras. Tem sido fácil lidar com a notoriedade?
– Não tenho o estigma da figura pública e sinto que as pessoas estão muito próximas de mim. O programa não me põe num patamar diferente, pelo contrário, permitiu-me estar mais perto do público.
– A par do programa, a Ana abriu recentemente a loja Querido Home Styling. Como está a correr mais este desafio?
– Muito bem. A loja tem como objetivo permitir às pessoas adquirirem os produtos que foram executados de propósito para o programa Querido, Mudei a Casa! É um espaço pequeno, mas as lojas não se medem aos palmos...
– Vejo também que está mais magra...
– É verdade. A Filipa Cortez Fa­ria, uma nutricionista, enviou-me um e-mail a dizer que era minha fã e que gostaria de me oferecer uma dieta. A princípio nem sabia se deveria ficar magoada por me chamarem gorda ou se deveria achar que era um gesto bonito. Aceitei o desafio e emagreci dez quilos em quatro meses. Reeduquei os meus hábitos alimentares e sinto-me lindamente!

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras