Nas Bancas

Manoel de Oliveira celebra 104 anos

O mais velho realizador em atividade passa o dia de aniversário com a família.

Redação CARAS
11 de dezembro de 2012, 16:29

Manoel de Oliveira festeja hoje o 104.º aniversário, mas não é a idade que o faz parar. O realizador estreou este ano O Gebo e a Sombra, rodou uma curta-metragem, O conquistador Conquistado, na sequência do convite da cidade de Guimarães enquanto Capital Europeia da Cultura, e tem planos para o futuro.
O mais velhor realizador do mundo em atividade já está a preparar mais dois filmes: O Velho do Restelo, que é inspirado em textos de Camões, Teixeira de Pascoaes e Cervantes, e A Igreja do Diabo, a partir dos contos de Machado de Assis.
Recorde-se que no verão o realizador esteve internado devido a problemas respiratórios. Uma semana depois de ter dado entrada no Centro Hospitalar Gaia/Espinho, o realizador teve alta e ficou a recuperar em casa, junto da família.
Manoel de Oliveira é casado, desde dezembro de 1940, com Maria Isabel, de 94 anos, de quem tem quatro fillhos: Manuel Casimiro, José Manuel, Isabel Maria e Adelaide.
O realizador nasceu no Porto e, depois de ter participado num filme de Rino Lupo, em 1928, estreou o seu primeiro filme, a curta-metragem documental Douro, Faina Fluvial (1931). Desde então não tem parado de fazer filmes, salvo algumas algumas interrupções durante o Estado Novo, tornando-o um dos mais fundamentais contribuintes para a história do cinema português.  Um contributo que foi frisado pela Assembleia da República, em setembro deste ano. Manoel de Oliveira foi homenageado numa cerimónia que reuniu deputados e várias personalidades ligadas à cultura.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras