Nas Bancas

José Saramago homenageado no Porto

Pilar del Rio aceitou o convite do jornalista Sérgio Almeida para se juntar a Mário Cláudio e a Pedro Abrunhosa, numa homenagem que decorreu na Casa da Música.

Redação CARAS
3 de dezembro de 2012, 11:17

"Recordamos José Saramago quando o lemos, o difícil é viver sem ele. É um assunto muito doloroso, sente-se frio quando não se está com ele”, explica, emocionada, Pilar del Rio, dois anos depois da morte do marido. Convidada a participar na iniciativa Porto de Encontro, promovida pela Porto Editora, a jornalista acredita: “Ajuda-nos a todos, como cidadãos, e não só aos que estão mais próximos, recordar este grande homem. Ficámos todos mais ricos.” Responsável pela Fundação José Saramago, Pilar conclui: “Criámos a fundação com objetivos bem definidos, não queríamos viver instalados num paraíso porque há muito trabalho a fazer. Ele dizia-me: ‘Não te deixes adormecer, nem per­mitas que adormeçam à tua volta.’ Aqui estou, sem dormir.”

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras