Nas Bancas

Nuno Gama

Nuno Gama

Catarina Larcher

Nuno Gama sofre com a morte repentina da mãe

A mãe do estilista, Maria Teresa Gama, morreu no passado dia 5, de forma repentina. Ainda a fazer o luto, Nuno Gama partilhou como tem vivido este período tão difícil.

Marta Mesquita
27 de novembro de 2012, 11:00

No passado dia 5 de novembro, Nuno Gama perdeu a mãe, Maria Teresa, que morreu aos 80 anos, de forma repentina. Muito próximo e cúmplice da mãe, o estilista partilhou com a CARAS como enfrenta esta fase mais difícil da sua vida: “Sinto que sofri uma injustiça muito grande. Nada fazia prever a morte da minha mãe. Ela morreu de repente, terá sido uma paragem cardíaca ou embolia. Sinto-me sozinho na vida. Tenho irmãos, amigos, sobrinhos, imensas pessoas que me querem bem, mas nunca mais vou ocupar o lugar da minha mãe.”
Nestes momentos de dor, as memórias que tem da mãe ajudam-no a aceitar a perda e a dor. “Tenho de levar a minha vida para a frente. A minha mãe era a minha melhor amiga, puxava por mim nos momentos mais difíceis e não era pessoa de entregar os pontos. Ela estava sempre ao meu lado e queria ver-me sempre bem. Não tenho nenhuma recordação desagradável dela. Ela sempre foi amor para mim e sinto-me abençoado por tudo o que aprendi e vivi ao seu lado. É nestas alturas que percebemos o que é realmente importante na vida”, contou Nuno durante a exposição Pratas no Palácio, no Hotel Palácio Estoril.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras