Nas Bancas

Helena Sacadura Cabral recorda o filho, Miguel Portas

"Ninguém esquece um filho e todos os dias o Miguel está comigo"

Redação CARAS
23 de novembro de 2012, 12:30

Seis meses depois da morte de Miguel Portas, vítima de cancro de pulmão, a mãe, Helena Sacadura Cabral, apresentou o livro 10 Minutos por Dia para Viver Melhor, de Fernando Póvoas, e contou como, apesar de se sentir mais apaziguada, continua a sentir diariamente a falta do filho mais velho. “No dia 24 de outubro dei uma missa e foi muito bom, foi uma forma de me pacificar. Ninguém esquece um filho e todos os dias o Miguel está comigo. Ele sempre me disse que tinha de continuar a minha vida e é isso que tenho feito. Aliás, o meu próximo livro demonstra isso mesmo e é-lhe inteiramente dedicado. É um livro de biografia histórica, mas que escrevi durante toda a doença e a morte dele. Fiz o que ele me pediu”, explicou a escritora e economista, no El Corte Inglés.
Para já, a sua principal preocupação é fazer com que os netos, André, de 19 anos, e Frederico, de 16, filhos de Miguel, consigam superar a dor, embora garanta que o pai os preparou para tal: “Eles têm um bom ADN, o do pai, e têm essa capacidade. Há algumas alterações nas vidas deles, um com uma rasta no cabelo [risos], mas não ligo nenhuma. Até podem aparecer com o cabelo vermelho... [risos]. A relação entre os avós e os netos deve ser aquilo que ambos querem. Eu nunca fui tradicional e o que gosto mesmo é de sair com eles, conversar e até de estar individualmente com cada um. Agora, sinto, isso sim, necessidade de estar mais presente na vida deles, ter tempo de qualidade e quando isso acontece não há nada que me distraia. Pode acabar o mundo à volta, que estou somente focada nos meus netos.”

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras