Nas Bancas

Antonia Fontenelle diz que Marcos Paulo morreu nos seus braços

Durante o velório do ator, a sua mulher revelou aos jornalistas que este tinha febre há uma semana e que acredita que ele estivesse com malária.

CARAS Brasil
12 de novembro de 2012, 16:32

Antonia Fontenelle conversou com os jornalistas pela primeiravez depois da notícia da morte do marido, o ator e realizador Marcos Paulo. Muito emocionada eabatida,  disse que tudo aconteceu muito rápido e que o ator morreunos seus braços na noite do domingo, 11 de novembro. "Resolvi falarporque  nos momentos difíceis as pessoas sempre me deram apoio. Agora, duassemanas depois de o Maluf [médico responsável pelo tratamento do atore diretor] dizer que ele não tinha mais células cancerígenas no corpo, queestava tudo certo, ele teve a embolia pulmonar e foi tudo muito rápido. Morreunos meus braços. Sempre questiono isso, as pessoas do bem vão embora",afirmou.
 A atriz disse que os dois Marcos tinham inúmeros projetos que pretendiamfazer e contou que a viagem que fizeram a Manaus para participar num festivalde cinema foi ótima, que estavam muito felizes. "A gente chegou ontemde manhã e aconteceu tudo muito rápido, uma coisa inexplicável. Ele tinha febrehá uma semana, com aspeto de malária, porque era todos os dias às 18h e éprovável que ele tenha apanhado lá, porque esteve na selva amazónica, mas esperámospara ir ao médico aqui. Estávamos a arrumar a mala ontem para ele ir para ohospital e a respiração dele foi ficando ofegante, parando", relatouAntonia.
Antonia contou que chamou o médico e foi  orientada por ele a fazer osprimeiros socorros. Mas contou que quando os bombeiros e médicos chegaram nãohavia mais o que fazer. "Ele não sofreu, morreu em casa. O que fica éuma história linda, de amor mútuo, parceria. O Marcos foi um anjo que passou naminha para que as pessoas tivessem conhecimento de quem é Antonia Fontenelle,um grande presente que Deus colocou no meu caminho. Ele estará a ajudar-me ondequer que esteja".
Antonia Fontenelle revelou que o mesmo padre que fez o batizado de Giulia, filha do ator, fará a cerimónia de despedida estatarde."Ele pediu-me para jogar as cinzas na praia, acho que vou jogarna frente da casa dele, aqui no Rio. Ele dizia-me sempre que queria ser cremadoe mais nada, não falávamos desses assuntos, não pensávamos que ele ia morrer,era só vida, trabalho, produção", disse. Ela contou que o diretoracabara de produzir o show do fim deano e que se preparava para rodar seu próximo filme. "Nunca fui fã doMarcos Paulo, conheci-o como homem. Entre uma produção e outra eu chegava emovimentava, isso fazia-o muito feliz. Acredito que não faltou realizar nada,ele fez tudo", afirmou.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras