Nas Bancas

Vida de Amália Rodrigues inspira romance

A obra foi apresentada no Panteão Nacional, onde está sepultada a fadista.

Marta Mesquita
14 de outubro de 2012, 02:14

Há muito tempo que Sónia Louro queria escrever um livro sobre Amália Rodrigues. Contudo, nunca se sentira preparada, até ao dia em que a editora Saída de Emergência a desafiou a avançar com um romance sobre a fadista, que morreu a 6 de outubro de 1999.
Tendo como cenário o Panteão Na­cional, onde está sepultada a artista, Filipe La Féria e a escritora apresentaram Amália – O Romance da sua Vida, que promete mostrar aos leitores facetas da nossa maior diva ainda por revelar. “Amália dispensa quaisquer apresentações. Sendo assim, é difícil falar dela, porque temos a sensação de que tudo já foi dito. Mas quando comecei a investigar para escrever este livro, percebi que há vários factos da sua vida que continuam a ser desconhecidos do grande público. Quando terminei, tinha descoberto uma nova Amália e penso que vai acontecer o mesmo com os leitores”, explicou a escritora.
Profundo admirador da grande fadista, La Féria partilhou a sua opinião sobre o que torna o nome dela imortal: “Mais do que o símbolo maior do fado, Amália é a representação do povo português. Ela inspirará para sempre os artistas. Já foi bailado, musical, filme, tema de belíssimas obras plásticas e literárias. Agora, chegou a vez de se escrever este romance, um livro que Amália gostaria de ter lido.”

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras