Nas Bancas

Miguel Pedrosa absolvido da acusação de violência doméstica

Quase um mês depois do julgamento, que teve sentença imediata, foi tornado público que Miguel Pedrosa foi absolvido do crime de violência doméstica no processo interposto pela ex-mulher, Luísa Beirão.

Redação CARAS
10 de outubro de 2012, 18:42

A CARAS teve acesso à sentença do processo em que Luísa Beirão acusava o ex-marido de violência doméstica e onde pedia uma indemnização de 20 mil euros por danos não matrimoniais, decretada no dia 14 de setembro. Miguel Pedrosa foi absolvido e ficou ilibado do pagamento de qualquer indemnização por não ter ficado provada nenhuma das acusações. “Por nem o arguido nem a assistente terem prestado declarações, nem as testemunhas revelarem conhecimento dos factos, não foi produzida prova que permitisse ao tribunal dar como provados os factos imputados ao arguido no despacho de pronúncia”, pode ler-se na sentença que agora é pública. Nenhuma das testemunhas arroladas por Luísa Beirão, nem os pais ou as amigas, mostraram ter conhecimento dos fatcos imputados a Miguel Pedrosa, afirmando nunca terem assistido a quaisquer agressões e insultos por parte do ex-jogador. Assim, a acusação de violência verbal e física que, alegadamente, teria começado em 2007, as agressões durante a primeira e a segunda gravidez, a dúvida na paternidade de Frederico ou a relação extraconjugal de Luísa Beirão, ficaram por provar em julgamento.
Também o pedido de indemnização de 20 mil euros feito por Luísa Beirão foi improcedente, logo, a manequim terá de pagar as custas judiciais, no valor de 408 euros. No entanto, isto pode ainda não ser o fim deste processo, uma vez que o prazo para a advogada da manequim interpor recurso só termina no próximo dia 19.
Recorde-se que o treinador dos juvenis do Sporting foi pronunciado pela prática do crime de violência doméstica, sendo presente ao Tribunal Criminal do Porto a 14 de setembro. A primeira prova apresentada por Luísa Beirão remonta de outubro de 2008, altura em que a manequim foi submetida a um exame médico no Instituto de Medicina Legal apresentando algumas mazelas físicas. Durante os dois anos seguintes, até à separação do casal, Luísa Beirão alegou ser vítima de violência verbal e física constantes, factos que não ficaram provados em tribunal.
Miguel Pedrosa e Luísa Beirão casaram-se a 13 de junho de 1999 e divorciaram-se a 11 de setembro de 2010. Têm dois filhos em comum: Isabel, de quatro anos, e Frederico, de dois. A custódia das crianças foi entregue à mãe, ficando o pai obrigado a pagar uma pensão de alimentos aos filhos no valor de 777,45 euros.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras