Nas Bancas

Joana Carneiro e José Gonçalves celebram um ano de união

A maestrina dirigiu a Orquestra Gulbenkian na peça musical ‘Pedro e o Lobo’, que foi narrada por Catarina Furtado. Nesta tarde musical, Joana contou com o apoio do marido, José Gonçalves.

Marta Mesquita
22 de setembro de 2012, 16:00

Para assinalar os 50 anos da Orquestra Gulbenkian, Joana Carneiro subiu ao palco para dirigir as peças musicais Pedro e o Lobo e a Sinfonia dos Brinquedos. “Considero a Gulbenkian a minha família musical. Oiço esta orquestra desde criança e tenho a sorte de colaborar há vários anos com estes músicos fantásticos. É uma orquestra que me tem dado muito apoio ao longo da minha carreira e que me tem ajudado a crescer profissionalmente”, explicou Joana à CARAS.
No final da sua atuação, a maestrina foi felicitada por muitos dos presentes, entre os quais se destacava o marido, José Gonçalves. Casados desde 17 de setembro de 2011, Joana fez um balanço deste primeiro ano de união: “Está a correr tudo bastante bem e estamos muito felizes. Sou uma mulher cheia de sorte por ter o Zé como marido. Tem sido muito fácil conciliar o casamento com a minha carreira. Apesar de viajar muito, o meu marido acompanha-me sempre que pode. Claro que nem sempre isso é possível, porque ele também tem uma profissão bastante exigente.”
Feliz ao lado do médico, a maestrina admite que planeiam ter filhos: “Gostaria muito de continuar quem somos como casal e se Deus quiser havemos de ter filhos. Já estamos a pensar nisso e esperamos que aconteça em breve.” 

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras