Nas Bancas

Sheryl Crow

Sheryl Crow

Getty Images

Sheryl Crow suspeita que o uso excessivo do telemóvel lhe causou tumor no cérebro

A cantora tem um tumor benigno no cérebro, mas garante que não há motivos para preocupação.

Redação CARAS
12 de setembro de 2012, 11:03

Sheryl Crow afirmou, numa entrevista dada num programa televisivo norte-americano, que suspeita que foi o uso excessivo de telemóveis “arcaicos” , nos anos 90, para promover o primeiro álbum, que lhe causou um tumor no cérebro. “Acho que o desenvolvimento do tumor está relacionado com o abuso do telemóvel quando estava a promover o meu primeiro álbum. Passava horas a falar naqueles telemóveis arcaicos da altura”, disse a cantora. Contudo, Sheryl Crow admite que "não há médicos que confirmem este receio”.
Recorde-se que a cantora descobriu em novembro de 2011 que tinha um tumor benigno no cérebro, depois de realizar vários exames por estar preocupada com as perdas de memória que a faziam esquecer-se das letras das músicas durante os concertos. Sheryl Crow chegou a temer sofrer de Alzeimer o que não foi confirmado. Em 2006 a cantora de 50 anos superou um cancro da mama.
Neste momento a cantora sente-se bem, mas está sujeita a consultas e exames médicos regulares para monitorizar o tumor.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras