Nas Bancas

Luísa Beirão apresenta queixa contra Miguel Pedrosa por violência doméstica

Empurrões, pontapés, estalos e puxões de cabelo fazem parte das agressões enumeradas pela modelo, e terão acontecido até quando estava grávida.

Redação CARAS
27 de agosto de 2012, 11:25

A manequim Luísa Beirão apresentou queixa na Justiça contra o ex-marido, Miguel Pedrosa, por violência doméstica, acusando-o de maus tratos, verbais e físicos, durante o casamento de onze anos, que terminou em março de 2011, e do qual nasceram dois filhos, Isabel, agora com quatro anos, e Frederico, que fará dois anos em setembro. Contactada pela CARAS, a manequim não quis prestar declarações sobre o processo. O ex-futebolista, atual treinador de sub-17 do Sporting, afirmou apenas: “No momento oportuno esclarecerei a verdade dos factos e a intenção do mesmo [processo]”. O julgamento terá início em setembro, no Tribunal do Porto.
Os dois casaram-se em junho de 1999, mas foi a partir de 2006, quando terminou a sua carreira de futebolista, que Miguel Pedrosa terá passado a ser mais frequentemente violento com a mulher, insultando-a e agredindo-a, como refere Luísa Beirão no processo, citado pelo Correio da Manhã. Diz a manequim que o marido se mostrava ciumento e a acusava de se ter casado com ele por dinheiro, revelando que as agressões incluíam empurrões fortes, puxões de cabelos, pontapés e estalos, inclusivamente durante a gravidez de Isabel: no quinto mês de gestação, Luísa terá levado um soco na barriga.
As agressões terão continuado nos anos seguintes, muitas vezes na presença da filha. Por ocasião da segunda gravidez, Luísa terá continuado a ser agredida pelo marido, que alegava não ser o pai da criança (um teste de paternidade viria a indicar 99,9% de probabilidades de Pedrosa ser o pai de Frederico). Em outubro de 2010, a manequim fez queixa na PSP do Porto. O divórcio deu-lhe a guarda dos filhos.
Atualmente, Luísa Beirão vive uma relação estável ao lado de Filipe Gomes, administrador de uma empresa farmacêutica, com quem assumiu o namoro em junho de 2011.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras