Nas Bancas

Hans e Eva Rausing

Hans e Eva Rausing

Getty Images

Herdeiro da Tetra Pak condenado a dez meses de pena suspensa

Hans Kristian Rausing viveu com o corpo da mulher, Eva Rausing, morta em casa durante dois meses.

Redação CARAS
2 de agosto de 2012, 12:03

Hans Kristian Rausing, herdeiro da Tetra Pak, empresa que cria embalagens de leite e sumo para todo o mundo, foi condenado a 10 meses de pena suspensa depois de se ter declarado culpado pelo atraso do funeral da mulher, Eva Rausing, que morreu no passado dia 7 de maio, na mansão do casal em Belgravia, Londres. Hans Rausing terá de cumprir, ao longo dos próximos dois anos, um programa de reabilitação para superar a sua adição às drogas.
O juiz Richard McGregor revelou que o caso “ilustra os efeitos absolutamente devastadores das drogas”. O empresário manteve-se em silêncio durante quase toda a audiência, respondendo apenas ao seu nome e disse que se considerava “culpado” pelo impedimento do funeral de Eva Rausing.
Num comunicado lido durante a sessão, Hans Rausing, de 49 anos, admitiu não se recordar o que se passou com a sua mulher. “Fiquei muito traumatizado desde a sua morte. Não sei como morreu. Não me senti capaz de enfrentar a realidade. Vendo as coisas em perspetiva, não acredito que tenha agido de maneira racional”, pode ler-se. O médico de Hans declarou que este chegou a dizer-lhe: “Eu sei que vai parecer egoísta, mas não queria deixá-la ir”.
O corpo de Eva Rausing, de 48 anos, foi encontrado pela polícia dois meses depois da sua morte, a 9 de julho, em elevado estado de decomposição. As autoridades estavam a fazer um registo da residência após terem detido o seu proprietário, que conduzia sob o efeito de álcool e drogas.
O relatório apresentado durante a audiência refere que a morte ocorreu no início de maio e que, após a realização da autópsia, foram detetados vestígios de cocaína no organismo da mulher do herdeiro da Tetra Pak.
A vida de Eva e Hans ficou marcada pelo consumo de drogas. O casal tinha antecedentes criminais, já que em 2008 foi acusado de posse de grandes quantidades de droga, como crack, heroína e cocaína, em sua casa. No passado mês de abril, Eva Rausing foi detida depois de entrar na embaixada dos Estados Unidos em Londres com pequenas quantidades de droga.
O empresário e a mulher conheceram-se há 20 anos numa clínica de reabilitação nos Estados Unidos e têm quatro filhos. A fortuna do casal está avaliada em 7000 milhões de euros.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras