Nas Bancas

Amy Winehouse

Amy Winehouse

Getty Images

Um ano depois da sua morte, Amy Winehouse ainda vende

No último ano foram vendidas mais de 1,2 milhões de cópias dos álbuns da cantora.

Redação CARAS
23 de julho de 2012, 15:45

No dia 23 de julho de 2011, Amy Winehouse foi encontrada morta em casa, no norte de Londres. Tinha apenas 27 anos e uma carreira promissora. Um ano após a sua morte, a vencedora de cinco Grammys em 2008, continua a ser dos artistas britânicos mais populares de todos os tempos.
Segundo o The Official Charts Company, a voz da cantora continua a ser muito ouvida e, desde a sua morte, foram vendidas 1,2 milhões de cópias dos três álbuns da cantora e 500 mil cópias do single.
Os dois álbuns de estúdio – Frank, em 2003, e Back to Black, em 2006 – deram um salto nas tabelas de venda no último ano. Frank chegou mesmo a estar no terceiro lugar das tabelas de vendas em agosto do ano passado. No dia 31 de julho de 2011, apenas uma semana depois da morte da cantora, Back to Black voltou a estar nos primeiros lugares do Official Charts Company, depois de ter liderado a tabela de vendas durante três semanas não consecutivas em 2007. E, um mês após a sua morte, o álbum tornou-se no mais vendido do século XXI, título que entretanto já foi “roubado” por Adele’s 21. O álbum póstumo Lioness: Hidden Treasures Then Reached foi lançado em dezembro e vendeu 194 mil cópias na primeira semana em que esteve no mercado.
Whilst Valerie, dueto com Mark Ronson, é o single mais vendido da carreira de Amy Winehouse, com 767 mil cópias.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras