Nas Bancas

José Hermano Saraiva

José Hermano Saraiva

Victor Freitas

Morreu José Hermano Saraiva

O professor e historiador morreu hoje, aos 92 anos, de doença prolongada.

Redação CARAS
20 de julho de 2012, 13:44

O historiador e comunicador José Hermano Saraiva foi ministro da Educação entre 1968 e 1970. Quando deixou o governo, foi exercer o cargo de embaixador de Portugal no Brasil, o que fez entre 1972 e 1974.

Depois da Revolução, popularizou-se pelos seus inúmeros programas televisivos sobre História de Portugal, onde mostrou os seus dotes de comunicador. Mais tarde foi professor na Escola Superior de Polícia e na Universidade Autónoma de Lisboa.

Foi membro da Academia das Ciências de Lisboa, da Academia Portuguesa da História e da Academia de Marinha, membro do Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo, no Brasil e Sócio Honorário do Movimento Internacional Lusófono. Recebeu a grã-cruz da Ordem da Instrução Pública, a grã-cruz da Ordem do Mérito do Trabalho e a comenda da Ordem de Nossa Senhora da Conceição de Vila Viçosa, em Portugal, e a Grã-Cruz da Ordem de Rio Branco do Brasil.
Era casado há mais de 60 anos com Maria de Lurdes de Bettencourt de Sá Nogueira, sobrinha-bisneta do 1.º Marquês de Sá da Bandeira, de quem tinha cinco filhos que lhe deram seis netos. Números que dizem muito sobre a longa vida deste homem que mereceu a distinção do Globo de Ouro de Mérito e Excelência em 2003. "Essa lenda da terceira idade é uma lenda a corrigir", defendeu na altura, no seu português irrepreensível. "Sou a primeira admiradora do meu marido", referiu nessa noite, orgulhosa, Maria de Lourdes, a quem o historiador dedicou o galardão. Afinal, com ela formou uma dupla que está para lá "do respeito, da compreensão e do amor", já que a ex-professora de Românicas o ajudava muito nos trabalhos literários, como frisou então. "Somos um casal que funciona bem, e isso é importante." Carinhosas foram também as palavras de Maria de Lourdes quando falou desta longa relação. "A chama não é a mesma. A princípio há paixão, mas depois fica um amor duradouro que vai sendo sempre maior."

(Em atualização)

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras