Nas Bancas

María de Villota

María de Villota

Getty Images

María de Villota continua a recuperar

Segundo os médicos do Hospital Addenbrooke's, a piloto de testes da equipa Marussia está a ter uma 'recuperação notável'.

Redação CARAS
12 de julho de 2012, 13:43

Apenas oito dias depois de ter tido um acidente grave ao embater num camião, da própria equipa, durante um treino no autódromo de Duxford, no Reino Unido, María de Villota já fala com a família e está a dar "pequenos mas importantes passos" para a sua recuperação, garante a equipa Marussia em comunicado.
"Apesar das graves lesões, a recuperação da María durante estes oito dias tem sido notável. Depois de se ter submetido com êxito a duas intervenções cirúrgicas, no passado sábado a equipa médica do Hospital de Addenbrooke começou gradualmente a reduzir os sedativos. Na manhã de domingo, María estava desperta e era capaz de falar com a sua família, o que era um indicador muito importante de que havia sinais positivos da sua recuperação.
Desde então a María deu pequenos, mas importantes passos. Saiu da unidade de cuidados intensivos neurológicos e, na segunda-feira, já não recebia sedativos. A sua familia permanece a seu lado e ela comunica livremente com eles e com a equipa médica.
Oferecemos esta atualização com o consentimento e o apoio da família, que, apesar de os cuidados médicos da María serem a sua prioridade, eles estão conscientes e apreciam as preocupações pelo seu bem-esatar"
, pode ler-se no comunicado.
Ainda segundo a Marussia, os médicos do Hospital Addenbrooke's de Cambridge, Inglaterra, não escondem que as lesões da piloto são “graves”, no entanto destacam a rápida recuperação feita em apenas uma semana.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras