Nas Bancas

Miranda Kerr explica por que optou parto natural

A modelo não quis levar epidural por achar que a medicação pode prejudicar o bebé.

Redação CARAS
6 de julho de 2012, 11:09

Christopher Flynn nasceu de parto natural porque, depois de ter visto alguns vídeos, a mãe, Miranda Kerr, não quis tomar nenhuma medicação para aliviar a dor do parto, por achar que esta poderia prejudicar o filho. Além disso, de acordo com o que a modelo da Victoria's Secret disse numa entrevista para a edição de agosto da Harper's Bazaar, os bebés expostos à epidural não são tão ágeis como os que nascem de parto natural. “Os bebés ficam um pouco ‘drogados’ e eu não quis isso. Quis dar-lhe o melhor começo de vida possível”, esclarece.
Miranda Kerr adoptou a mesma postura para perder os quilos que ganhou com a gravidez. Apesar de ter sido mãe há apenas um ano e meio, a modelo, de 29 anos, apresenta um físico invejável. A modelo afirma que não sentiu pressão para voltar à forma que tinha antes de engravidar porque nunca pensou muito no assunto. “A minha prioridade foi apenas ter o meu filho e amamentá-lo, que sempre foi algo que quis fazer. Foi fácil. Na verdade ainda tenho leite mas, ele agora já tem dentes…”, brinca ainda a manequim.
A modelo e o marido, Orlando Bloom, estão a desfrutar ao máximo do primeiro filho, mas Miranda Kerr não esconde o desejo de voltar a ser mãe, uma experiência que descreve como “incrível”.
“O meu dia perfeito é acordar com a voz do meu flho a dizer: ‘mamã, mamã!’. É o melhor som do mundo. Adoro tirá-lo da sua cama, trazê-lo para a nossa cama e ficarmos os três abraçados”, confessou Miranda Kerr.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras