Nas Bancas

Charlize Theron: “A vida é extraordinária para mim”

Separada desde fevereiro de 2010 do realizador Stuart Townsend, com quem manteve uma relação de nove anos, em março a atriz adotou sozinha um bebé que tem agora cinco meses.

Redação CARAS
23 de junho de 2012, 10:00

Aos 36 anos, CharlizeTheron, sul-africana, há vários anos a trabalhar em Hollywood, considera-seuma mulher abençoada pela vida. Por coisas tão simples como ter amigosmaravilhosos e um frigorífico cheio de comida. Ou por ter a sorte de conseguirpapéis que a têm desafiado a ir sempre mais longe. Um deles, Monstro,valeu-lhe mesmo a maior parte dos prémios de melhor atriz em 2003, nomea­damenteo Óscar, o Golden Globe e o Screen Actors Guild.
Charlize, que terminou em fevereiro de 2010 um namoro de nove anos com orealizador irlandês Stuart Townsend, tem, desde março passado, mais umarazão para sorrir: concretizou o sonho de ser mãe, com a adoção de Jackson,um bebé que tem agora cinco meses. “É tudo aquilo que sempre quis. Não seiexplicar melhor”, disse à imprensa durante a antestreia de A Branca deNeve e o Caçador, em que faz de Ravena, a rainha má. Filme em exibiçãoentre nós que motivou a entrevista exclusiva que publicamos.
– Acha mais fácil desempenhar o papel de rainha má ou de princesa?
Charlize Theron – Não sei, nunca fiz de princesa [risos].
– Quando era pequena, nunca quis ser princesa?
– Não, queria ser uma sereia. Queria ser a Daryl Hannah em Splash – ASereia.
– Então como é que aparece agora neste filme e neste papel?
– Porque vi um enorme potencial numa coisa que me pareceu muito icónica. Todosconhecemos bem esta história, mas depois surge o desafio: “Como é que pegamosnesta história e a viramos de pernas para o ar?” Acho que foi isso que nosentusiasmou a todos. E o desafio para mim e para a Kristen [Stewart,que faz de Branca de Neve] foi construir estas personagens de forma a que nãofossem a preto e branco, uma má e outra boa. Queríamos mostrar duas mulheresque são apenas humanas, com alguns aspetos mágicos, mas construí-las de forma atorná-las reais e a dar-lhes emoções com que as pessoas se identificassem.
– Tradicionalmente, na Branca de Neve a rainha má é obcecada com o aspeto ea beleza, mas a sua abordagem é um pouco di­ferente...
– A Branca de Neve foi educada no sentido da bondade e nunca perdeu, à Ravenaensinaram-lhe que para ser poderosa é necessário ser jovem e bela. Por isso,esta história é mais sobre poder que sobre beleza. Quando Ravena se vê aoespelho e começa a envelhe­cer, aquilo que chora não é a perda da beleza e simdo poder.
– Diz-se que é mais divertido fazer de vilão. Isso neste caso foi verdade?
– Adorei fazer de Ravena. É muito especial termos a liberda­de de noscomportarmos de uma maneira que nunca nos seria per­mitida na realidade. Porexemplo, eu nunca poderia gritar às pessoas como grito neste filme!
– É uma atriz muito corajosa e parece procurar sempre papéis desafiantes epor vezes muito difíceis. Porquê essa necessidade?
– Acho que nenhum ator quer que as coisas sejam fáceis. E acho que essaspersonagens complexas me mantêm com os pés assentes na terra. Sou fascinadapela condição humana e sinto-me incrivelmente abençoada por ter um trabalho queme permite explorar isso. É muito simpático dizer que eu sou corajosa, mas euacho que é só mesmo uma dádiva. Não há nada como entrar no meu carro de manhã eter medo de não ser capaz de fazer o que tenho para fazer. Tem que serrealmente um papel difícil, duro, desafiante, para me conseguir afastar daminha vida, porque a minha vida é ótima.
– Tem sido difícil conseguir esses papéis?
– Nem devia dizer isto, porque as pessoas vão ficar com vontade de me dar ummurro, mas tem sido apenas sorte. Sinto-me incrivelmente grata pelas oportu­nidadesque tenho tido! Acho que só somos bons na medida das oportunidades que temos.
– O que é que torna a sua vida tão boa?
– Sou incrivelmente abençoada. Tenho pessoas maravilho­sas na minha vida. Tenhosaúde. Estou em forma, consigo correr uma maratona. Tenho um frigorífico cheiode comida. Como é que poderia não estar grata? A vida é extraordinariamente boapara mim!

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras