Nas Bancas

Jack Osbourne tem esclerose múltipla

O filho do cantor norte-americano Ozzy Osbourne soube da notícia três semanas depois de ser pai.

Redação CARAS
18 de junho de 2012, 19:44

Após ter perdido 60% da visão do olho direito, em abril, Jack Osbourne soube o porquê. Foi-lhe diagnosticado esclerose múltipla, uma doença neurológica crónica que ataca o sistema nervoso central e com o seu agravamento o doente perde o controlo sobre os músculos e o equilíbrio.
Jack Osbourne tem 26 anos e tinha sido pai há três semanas, de uma menina, Pearl Clementine, quando soube do diagnóstico. O filho de Ozzy Osbourne, que chegou a participar no reality show The Osbournes deu uma entrevista à revista People onde se confessou frustrado com o que lhe está a acontecer. "Fiquei irritado e a pensar: porquê agora?”, desabafou, adiantando que durante dois dias ficou muito triste, mas que acabou por se aperceber que a tristeza e a raiva não iam adiantar nada, por isso, o melhor seria enfrentar a doença.
Igualmente chocados ficaram os pais quando confirmaram com um neurologista o diagnóstico de Jack. Sharon Osbourne disse à revista Hello! que se sente culpada e que se questiona: “O que fiz de errado? O que será que comi ou bebi quando estava grávida? De alguma forma sinto que a culpa pode ter sido minha”. Já o pai de Jack, o cantor de rock Ozzy Osbourne, admite sentir-se irritado com a condição do filho. “Se fosse comigo eu pensava: pronto, eu sou famoso e estou a pagar por isso. Mas o Jack é um rapaz tão bom”, afirmou o artista.
A noiva de Jack, Lisa Stelly, tem sido o seu grande apoio e mostra-lhe que tem de encarar a doença de uma forma positiva, motivando-o a promover a divulgação da mesma. “O Jack tem de mudar a sua vida para melhor, ficar mais saudável, não stressar. Sinto que isto quase pode ser uma bênção disfarçada”, diz Lisa Stelly.
A estrela de televisão, que é também famosa pelo seu gosto por desportos radicais, está a fazer agora mudanças no seu estilo de vida. Todos os dias faz um tratamento com medicamentos e terapias holísticas – tratamentos emocionais e de transformação pessoal – para conseguir estabilizar os efeitos da esclerose múltipla.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras