Nas Bancas

'Glamour' e elegância no Estoril no tradicional Baile da Flor

Dezenas de caras conhecidas reuniram-se neste evento solidário, organizado por Gilda Paredes Alves e que este ano apoiou a Associação Salvador.

Andreia Cardinali
9 de junho de 2012, 15:00

Criado em 2001 por Gilda Paredes Alves, o Baile da Flor é já uma das festas que fazem parte do calendário anual de eventos de beneficência. Doze anos depois da primeira edição, dezenas de figuras da nossa sociedade voltaram a reunir-se no Hotel Palácio, no Estoril, para uma noite de diversão, dança e espírito solidário.
Apesar de já estar habituada a organizar este evento, a verdade é que a anfitriã não consegue evitar alguma ansiedade, ainda mais este ano, com a crise que se vive no país, e que dificulta ainda mais estas incitativas. Mesmo assim, Gilda Paredes Alves estava bastante satisfeita com o seu ‘trabalho’, já que conseguiu angariar 10.500 euros para a Associação Salvador, que atua na área das deficiências motoras. “Este ano, o baile reverte a favor desta associação, algo que já estava prometido há dois anos, altura em que o Salvador Mendes de Almeida fez um programa de televisão na Madeira em que mostrou que pessoas com pouca ou nenhuma mobilidade são capazes de fazer um passeio nas levadas. Achei muito interessante e que ele merecia todo o nosso apoio. Fazer um baile numa altura como esta, em que o país atravessa uma situação complicada, não é fácil, estive até na dúvida se avançaria ou não, mas como em janeiro já estava a receber chamadas de amigos a marcarem mesa para esta noite, e como também é nestas alturas que devemos ajudar mais, decidi avançar e criei o slogan: Jantar, Dançar e Ajudar”, explicou a gestora hoteleira.
Salvador Mendes de Almeida, fundador da Associação Salvador, estava bastante satisfeito com este baile, cuja receita já tem destino: “Estas iniciativas são ótimas. A nossa missão é integrar as pessoas na sociedade e este apoio é muito importante para continuarmos a desenvolver o nosso trabalho. Vivemos com muitas dificuldades e limitações, em especial nesta fase e, por isso, são muitas as coisas onde vamos aplicar esta receita.”
Depois do jantar, que teve lugar no Salão Atlântico, os convidados assistiram a um desfile de José António Tenente, criado propositadamente para a 2.ª edição do baile Madeira em Flor e recriado nesta noite. Após o desfile, os presentes juntaram-se na pista e dançaram animados.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras