Nas Bancas

Aos 44 anos, Rita Guerra é uma avó serena

Um mês depois de se ter separado de António Pedro Cerdeira, a cantora vive dedicada ao trabalho e à neta, Madalena, de quatro meses, filha do seu filho mais velho, Nuno.

Redação CARAS
27 de maio de 2012, 11:00

Separada há pouco tempo de António Pedro Cerdeira, com quem esteve casada apenas cinco meses, Rita Guerra esteve este ano pela primeira vez na Gala dos Globos de Ouro e contou que já ultrapassou aquele momento: "Estou muito bem e acho que se nota. Na vida não há problemas, mas sim soluções, e eu sou muito otimista. Tenho a capacidade de curar as feridas e de seguir em frente, e essa já está mais do que sarada, já faz parte do passado."
Antes de partilhar o palco num dueto com Mickael Carreira, a cantora, de 44 anos, contou ainda que está a atravessar um momento sereno e até feliz, em especial por ter sido avó, há quatro meses, de uma menina, Madalena, filha do seu filho mais velho, Nuno, de 27 anos: “A Madalena é o meu ben­jamim e é nela e no meu trabalho que estou focada. Tem sido maravilhoso, pois é muito bom ser avó com um espírito jovem, com saúde e energia para pegar nela ao colo e brincar com ela. E a minha filha mais nova [Madalena, de cinco anos] anda doida, pois acha que tem um Nenuco a pilhas. A minha neta é muito bonita e bem disposta. O Diogo mora perto de mim e tentamos estar juntos o mais possível, o que faz com que tenha vindo a acompanhar o desenvolvimento dela. Mas respeito muito o espaço de cada um e não intervenho na educação da bebé.”

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras