Nas Bancas

Paco Bandeira: A CARAS acompanha mais uma sessão do julgamento

O músico é acusado de violência doméstica contra a ex-mulher, Maria Roseta, e a filha de ambos, Constança, de 13 anos

Redação CARAS
8 de maio de 2012, 11:31

Paco Bandeira regressou hoje ao Tribunal de Oeiras, para mais uma sessão de julgamento do processo em que é acusado de violência doméstica contra a ex-mulher, Maria Roseta, e a filha de ambos, Constança, de 13 anos.
A sessão começou com o depoimento das amigas de Maria Roseta, a farmacêutica Teresa Castanheira Marques e a advogada Ana Cotrim. A primeira, amiga da ex-mulher do cantor desde a década de 80, altura em que se conheceram em Coimbra, confirma que lhe foram confidenciados alguns episódios de violência e afirma que Maria Roseta é hoje uma mulher “mais amargurada”.
Por sua vez, Ana Cotrim revela que conheceu a assistente social no início da sua relação com o intérprete de A Ternura dos 40 e que esta estava apaixonada, mas que atualmente “está traumatizada” e “vive apenas para a filha”.
O testemunho de Isabel Patrício concluiu a sessão desta terça-feira, 8 de maio. A amiga de Maria Roseta relembrou que foi ela própria quem a acompanhou à APAV (Associação Portuguesa de Apoio à Vítima) para apresentar queixa contra Paco Bandeira.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras