Nas Bancas

José Carlos Araújo

José Carlos Araújo

D.R.

A escolha de... José Carlos Araújo

O jornalista e pivô é licenciado em Gestão de Empresas e passou pela Rádio Capital e pela RTP antes de chegar à TVI, onde experimentou primeiro o entretenimento.

Redação CARAS
29 de abril de 2012, 19:00

Licenciado em Gestão de Empresas pela Universidade Lusíada de Lisboa, José Carlos Araújo iniciou a carreira de jornalista na Rádio Capital em 1997, e três anos mais tarde apresentou o Parque Mayor, na RTP. Nesse mesmo ano entrou para a TVI, começando por apresentar o Big Brother – Extra, e posteriormente marcou presença nos programas Quinta das Celebridades, Academia de Famosos e Fear Factor. Em 2006 deixou o entretenimento e lançou-se na informação como apresentador do Diário da Manhã, onde permaneceu até ao arranque do canal TVI24. Atualmente é pivô do Diário da Tarde na TVI24. Nos tempos livres, o jornalista gosta de tocar bateria, fazer jardinagem, jogar ténis e squash.
A Viagem - Nova Zelândia
Ir ao outro lado do planeta, não apenas em termos geográficos. Espero um dia poder ter como destino as ilhas e estar em locais onde a natureza ainda se impõe à civilização, num dos países mais novos do mundo. A cultura maori e as heranças culturais dos europeus que ali começaram a chegar no séc. XVII são outros motivos que me levam a desejar descobrir este “admirável mundo novo”.
O Livro - "O Último Homem na Torre"

Escrito por Aravind Adiga (de quem recomendo O Tigre Branco), faço regressar as minhas leituras à Índia neste romance que remete para um universo coletivo de percursos e tendências de vida. A obra disseca o que une e separa quem vive numa metrópole como Mumbai.
A Série - "Life Is Too Short", BBC

Dos criadores de The Office, o protagonismo é entregue a um anão, o ator Warwick Davis (Starwars e O Regresso de Jedi), que tenta fazer das “pequenas valências” habilitações para obter reconhecimento profissional e social. Ricky Gervais e Stephen Merchant mantêm o tom no limite da tolerância quando se põem a jeito para serem alvos de quem já os “arrasou” na vida real. As aparições de Johnny Depp e Liam Neeson são épicas.
O Local - Jardim Botânico de Lisboa

Guardo na memória as assíduas visitas quando frequentava a escola primária nas imediações deste espaço com 4 hectares. É um passeio que nos oferece conhecimento sobre a natureza e um refúgio à agressão visual e sonora de certas zonas da cidade.
O Objeto – Bateria

Um instrumento que aciona as componentes física e mental. A necessidade de coordenação para alcançar uma sono­ridade harmoniosa faz da bateria um desafio aliciante para quem quer descobrir novos limites... e limitações, como me acontece com frequência [risos!].
O Disco - “A Curva da Cintura”

Colaboração dos brasileiros Arnaldo Antunes (Tribalistas) e Edgar Scan­durra com o músico do Mali Toumani Diabaté (Grammy World Music 2011). São canções de relações e sentimentos universais, adornados pela kora, um cruzamento de harpa com alaúde executada de forma excecional. Que Me Continua é um hino ao equilíbrio emocional.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras