Nas Bancas

Ao lado da família, Inês Pereira assegura: “Sou muito feliz com a vida que tenho”

Inês Pereira e Sebastião Santos são pais de Tomé, de quatro meses, e de Matias, de quase três anos. A assistente de bordo e o comissário de bordo garantem que a família é o maior projeto das suas vidas.

Marta Mesquita
25 de abril de 2012, 17:00

Inês Pereira é assistente de bordo e conheceu o companheiro, Sebastião Santos, comissário de bordo, durante um voo. Um convite para uma saída a dois deu início à história de amor. Juntos há quatro anos, Inês e Sebastião já são pais de Matias, que completa três anos em maio, e de Tomé, de quatro meses, com quem se deixaram fotografar em sua casa.
– Como tem sido a gestão doméstica, sendo o Matias e o Tomé ainda tão pequenos?
Inês Pereira
– [Risos] As noites são o mais complicado, porque o Matias não me deixa dormir grande coisa, exceto quando dormimos os três na mesma cama. É muito cansativo, porque eles requerem os dois muita atenção e a sorte é que o Tomé é um bebé muito calmo. Não somos muito exigentes entre nós nem com os miúdos. Sempre ouvi dizer que pais muito exigentes têm filhos desobedientes. Adaptamo-nos às situações.
– Quando a Inês começou a aparecer nas revistas era solteira e manequim. É mais feliz com a vida que tem hoje?
 – São fases e acho que passei por elas na altura certa. Não deixei nada por viver, diverti-me muito, mas hoje sinto-me muito mais calma e tranquila. E finalmente percebi o que é o companheirismo e o amor através dos meus filhos e do Sebastião. Sou muito feliz com a vida que tenho.
O que é que vos conquistou um no outro?
– O Sebastião foi conquistado pela minha gravidez! [risos]
Sebastião – Não... Sempre nos demos bem, temos persona­lidades compatíveis. Depois de nos conhecermos, sentimos que tínhamos de estar sempre perto um do outro.
Inês – Começámos a namorar em dezembro de 2007 e em fevereiro já estávamos a viver juntos. Uns meses depois engravidei e sempre nos demos bem. O Sebastião é muito boa pessoa e divertimo-nos muito os dois e com os amigos de ambas as partes.
– A Inês e o Sebastião voam sempre juntos. Isso é bom para a vossa relação?
– Funcionamos bem dessa maneira. Damo-nos muito bem como colegas e assim aproveitamos as nossas estadas fora para estarmos só os dois. São os nossos momentos sem filhos.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras