Nas Bancas

Nicolas Sarkozy e Carla Bruni

Nicolas Sarkozy e Carla Bruni

Reuters

Carla Bruni teme pela saúde do marido, Nicolas Sarkozy

A primeira-dama francesa diz que o marido trabalha demasiado e que às vezes tem medo que isso afete a sua saúde e até mesmo que morra.

9 de março de 2012, 15:41

Carla Bruni já disse em diversas ocasiões que está ao lado do marido, Nicolas Sarkozy, para tudo o que ele precisar. Mas a verdade é que o ritmo de vida do chefe de Estado francês, que anunciou recentemente a sua recandidatura, preocupa a ex-cantora e atriz. “Ele tem um enorme sentido de dever. Está sempre a trabalhar. Poucas pessoas têm a sua força”, disse Carla Bruni em entrevista ao programa C à Vous, da canal de televisão France 5, confessando ainda que às vezes teme pela saúde do marido, chegando a ter medo que este morra.
Nesta ocasião, Carla Bruni disse ainda que uma “pessoa teria de ser louca para se queixar por viver no Eliseu” e que ela e o presidente francês só optaram por outra residência para terem mais privacidade e proteger os filhos da exposição pública, porque pode ser “perigoso para eles”. E, mesmo assim, Bruni diz que não consegue “escapar às mentiras publicadas na imprensa”.
Em jeito de balanço do tempo no papel de primeira-dama de França, a ex-modelo e cantora referiu que o que mais a marcou foi o facto de ter conhecido personalidades como Nelson Mandela, a rainha Isabel II de Inglaterra ou os reis Juan Carlos e Sofía de Espanha.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras