Nas Bancas

Anúncio protagonizado por Rachel Weisz foi proibido

As autoridades britânicas proibiram o novo anúncio da marca porque o rosto da atriz estava demasiado retocado.

Redação CARAS
2 de fevereiro de 2012, 16:05

O organismo regulador da publicidade no Reino Unido (ASA) voltou a proibir um anúncio publicitário da L’Oreal devido à utilização excessiva de Photoshop. À semelhança do que tinha acontecido com a atriz Julia Roberts e a modelo Christy Turlington durante o ano passado, a atriz Rachel Weisz aparece na nova campanha da marca francesa com o rosto demasiado retocado e artificial. “O trabalho de pós-produção foi tão grande que a pele de Rachel Weisz está demasiado lisa. Exagera de forma enganosa os efeitos do produto”, afirmou um porta-voz da ASA sobre a campanha publicitária ao creme anti-envelhecimento Revivalift Repair 10.
Em várias ocasiões, a mulher de Daniel Craig mostrou-se crítica em relação ao aperfeiçoamento das fotos, bem como do uso de botox pelas celebridades. Já a L’Oreal defendeu as modificações porque “o anúncio tentava representar Rachel Weisz o mais favorecida possível e os esforços foram direccionados no sentido de alcançar um retoque perfeito”.
A proibição do anúncio foi bem recebida pela deputada libero-democrata Jo Swinton, que apoia uma campanha contra o uso de imagens de beleza não correspondentes à realidade na publicidade. “A proibição deste anúncio assim como as opiniões da ASA deviam ser uma chamada de atenção”, declarou.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras