Nas Bancas

Conrad Murray

Conrad Murray

Getty Images

Conrad Murray pede para sair da prisão

O médico condenado pela morte de Michael Jackson pediu ao tribunal para ficar em liberdade condicional enquanto o recurso que interpôs está a ser avaliado.

Redação CARAS
30 de janeiro de 2012, 11:51

Conrad Murray pediuao juiz que o deixasse em liberdade condicional enquanto aguarda o resultado dorecurso que interpôs depois de ter sido condenado a quatro anos de prisão pelotribunal de Los Angeles, pelo homicídio involuntário de Michael Jackson. A notícia é avançada pelo site TMZ, que revela ainda que o médico, que está preso desde opassado dia 7 de novembro, é tratado como um recluso que requer “máxima segurança”, pelo que raramentepode sair da sua cela e quando isso lhe é permitido é sempre escoltado por doisguardas. O advogado de Conrad Murray refere também que toda esta situaçãoarruinou a situação económica do seu cliente, que ficou impedido de exercermedicina, e por isso pede que este seja libertado sem fiança, pelo menos atéque seja conhecido o resultado do recurso da sentença, apresentado no passadodia 3 de dezembro.
De acordo com a publicação online, seo pedido for aceite, o médico passará a viver com a atriz Nicole Álvarez, de quem tem um filho, e planeia encontrar umtrabalho que lhe permita sustentar a criança. Murray considera mesmo a hipótesede ficar em casa com pulseira electrónica.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras