Nas Bancas

Cidade de Guimarães Capital Europeia da Cultura 2012

Música, dança, performances e projeções multimédia marcaram o arranque da Capital Europeia da Cultura em Guimarães.

Joana Brandão
23 de janeiro de 2012, 18:20

Depois de Lisboa e do Porto, Guimarães é Capital Europeia da Cultura em 2012. A cerimónia oficial de abertura aconteceu dia 21, no pavilhão multiusos vimaranense, e contou com a presença de quatro mil pessoas, entre elas Durão Barroso, Anibal Cavaco Silva, Pedro Passos Coelho, Assunção Esteves, Jorge Sampaio, na qualidade de presidente do Conselho Geral da Fundação Cidade de Guimarães, João Serra, presidente da Fundação Cidade de Guimarães, e António Magalhães, presidente da autarquia vimaranense.

Em palco, o maestro Rui Massena digiriu a Fundação Orquestra Estúdio, que interpretou um tema de Igor Stravinski e de Joly Braga Santos. Seguiu-se o espetáculo idealizado pelo guitarrista Manuel D'Oliveira que contou com a participação de Cristina Branco, Rão Kyao, Chico César, Ritinha Lobo e dos Danças Ocultas.
Duas horas de música e dança que marcaram, com pompa e circunstância, o arranque da Capital Europeia da Cultura – Guimarães 2012.

E porque o dia era de festa, as atenções viraram-se para o Largo do Toural onde a companhia catalã La Fura dels Baus e o Centro de Criação para o Teatro e Artes da Rua apresentaram Tempos de Encontros. Performances e projeções multimédia que conquistaram aplausos das 60 mil pessoas que fizeram questão de marcar presença no arranque da Guimarães 2012.
Até 31 de dezembro, a cidade vimaranense será promotora da diversidade cultural que caracteriza a Europa apresentando uma programação variada de música, cinema, fotografia, artes plásticas, arquitetura, literatura, teatro, dança e artes de rua.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras