Nas Bancas

Família de Michael Jackson retira pedido de indemnização contra Conrad Murray

Os advogados de defesa afirmaram que o médico não tem condições para pagar a quantia de 100 milhões de dólares, pois encontra-se preso e proibido de exercer medicina.

Redação CARAS
20 de janeiro de 2012, 15:40

A família de Michael Jackson decidiu retirar o pedido de indemnização contra o médico Conrad Murray, condenado a quatro anos de prisão pelo homicídio involuntário do rei da pop. De acordo com a imprensa, o pedido foi retirado esta quarta-feira, dia 18, durante uma sessão judicial. Segundo a defesa, o médico não podia pagar a indemnização, pois encontra-se preso e proibido de exercer medicina.
“Informámos o juiz Michael Pastor que a família de Michael Jackson não procurará a indemnização solicitada”, afirmou Jane Robinson, porta-voz do Ministério Público, adiantando que a indemnização alcançava 100 milhões de dólares (cerca de 78 milhões de euros), além de um milhão de dólares (776 mil euros) por gastos relativos ao funeral do cantor. Os beneficiários seriam os filhos do rei da pop, Prince Michael, de 14 anos, Paris, de 13, e Blanket, de nove.
De acordo com o administrador da herança, Michael Jackson ganharia cerca de 100 milhões de dólares na digressão que se preparava para realizar antes da sua morte. Recorde-se que Michael Jackson morreu em junho de 2009, vítima de uma dose excessiva de propofol.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras