Nas Bancas

Pedro Osório (1939-2012)

Pedro Osório (1939-2012)

JORGE SIMÃO/EXPRESSO

Morreu o maestro Pedro Osório

Pedro Osório, maestro e compositor natural do Porto, morreu na quinta-feira, dia 5 de Janeiro, em Lisboa, no Hospital de São Francisco Xavier.

Redação Caras
5 de janeiro de 2012, 22:58

Segundo fonte familiar, citada pela Agência Lusa, o corpo de Pedro Osório vai ser velado sexta-feira na Sociedade Portuguesa de Autores e o funeral realiza-se amanhã, dia 7, pelas 15h00, no cemitério do Alto de São João.
Pedro Osório, nascido em 1939, foi chefe de orquestra, diretor musical e compositor. Trabalhou com vários artistas do panorama nacional.
Figura de destaque dos Festivais RTP da Canção, que venceu várias vezes como autor e orquestrador, e autor de vários musicais dos casinos Estoril e Póvoa de Varzim, Pedro Osório enveredou pela carreira musical quando terminava a licenciatura em Engenharia Mecânica.
Entre inúmeras distinções, recebeu, em 1982, o Prémio da Crítica pela composição para a peça "Baal", de Bertolt Brecht.
Em 1994, o Presidente da República Mário Soares condecorou-o com o grau  de comendador da Ordem do Infante D. Henrique, tendo recebido posteriormente  a Medalha de Ouro do Concelho de Oeiras e a de Mérito da Sociedade Portuguesa  de Autores. Em 2011, o Ministério da Cultura agraciou-o com a Medalha de Mérito  Cultural e o Presidente da República, Aníbal Cavaco Silva, condecorou-o  com a comenda da Ordem da Liberdade.
O maestro estava internado desde quarta-feira no Hospital de São Francisco Xavier.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras