Nas Bancas

Filho de Michael Douglas condenado a mais quatro anos e meio de prisão

Cameron Douglas já tinha estado a cumprir uma pena de cinco anos por tráfico de droga.

Redação CARAS
23 de dezembro de 2011, 12:26

O filho mais velho de Michael Douglas, Cameron, fruto do seu anterior casamento com Diandra Luker, terá de cumprir mais quatro anos e meio de prisão, a juntar aos outros cinco a que já tinha sido condenado em 2010 por tráfico de droga. O juiz Richard Berman qualificou de “incorrigível” e “irresponsável” o comportamento de Cameron, que viu a pena ser agora agravada por ter traficado heroína no interior da prisão.
De acordo com Wall Street Journal, o juiz referiu que ao longo da sua carreira nunca tinha sido confrontado com um arguido que agisse “de forma tão imprudente, desenfreada e destrutiva e manipuladora como Cameron Douglas”. Durante a leitura da sentença o juiz recordou que na primeira vez que teve à sua frente o filho de Michael Douglas lhe garantiu que essa seria a sua última oportunidade para dar um novo rumo à sua vida, desde cedo muito marcada pelo consumo e tráfico de drogas.
O advogado de defesa pediu que a pena fosse reduzida e Cameron mostrou-se disponível para mais um tratamento de reabilitação, o sexto desde que começou a consumir heroína, em 2004. “Não consigo encontrar conforto na minha própria pele. Sinto-me envergonhado. Sinto-me derrotado… Mas sei que tenho dentro de mim o que preciso para ultrapassar esta praga”, afirmou Cameron, de 33 anos. Contudo, todos os pedidos foram ignorados por Richard Berman que, em vez de uma clínica de reabilitação, decidiu que o jovem deverá cumprir a pena de quatro anos e meio numa cadeia com instalações para tratamento de dependência de drogas e cuidados de saúde mental. Contudo, ao contrário do que tem acontecido nos últimos 11 meses, em que esteve confinado à solitária por violar as regras da prisão, Cameron poderá começar a receber visitas.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras