Nas Bancas

Simone de Oliveira e Nuno Feist celebram a música em noite intimista

A cantora e o maestro agradecem os aplausos no final do espetáculo, que decorreu no espaço Vinyl, em Lisboa.

Redação CARAS
14 de dezembro de 2011, 13:11

No âmbito da dinamização cultural que está na essência do espaço Vinyl, este res­taurante e bar instalado na sede da Orquestra Metropolitana de Lisboa, em Alcântara, desafiou o maestro Nuno Feist a convidar os seus amigos do meio artístico para noites de música, cantigas e humor ao longo do mês de dezembro.
Foi neste contexto que o maestro incentivou a amiga Simone de Oliveira para uma noite especial, intitulada Intimidades. Ao som do piano, tocado por Nuno Feist, a cantora passou por alguns dos mais marcantes momentos da sua carreira – em 2012, Simone celebra 55 anos de atividade artística – e foi igual a si própria, ao chorar e fazer chorar, ao rir e fazer sorrir, brindando os presentes com algumas confissões. “Quero muito fazer um grande concerto no próximo ano, que é uma data importante. Não é um, é ‘o’ concerto”, começou por anunciar, garantindo: “Cantar é nascer todos os dias. Tenho uma enorme paixão em cantar e viver, e vivo com uma grande tranquilidade e paz de alma.” Quanto ao futuro, Simone só teme que a memória lhe pregue uma partida: “São tantas as palavras que, se um dia as gavetas se baralharem e tiver de colocar uma estante com os textos à frente, deixo de cantar!”

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras