Nas Bancas

Rita Guerra e António Pedro Cerdeira: “O casamento foi o melhor que podíamos ter feito”

António Pedro dá-se muito bem com os filhos de Rita. O do meio, Diogo, de 22 anos, foi, aliás, assistir com o ator ao lançamento do novo disco da mãe, 'Retratos', no Hotel Viva Marinha, na Quinta da Marinha.

Redação CARAS
28 de novembro de 2011, 16:59

Orgulho e muito carinho mútuo foi o que se presenciou entre Rita Guerra e António Pedro Cerdeira na apresentação do novo disco da cantora, Retratos. “Trata-se de um conjunto de canções que são muito importantes na minha carreira e que resolvi agora gravar”, explicou Rita, sempre sob o olhar atento do marido e seu maior fã.
O ator, de 41 anos, e a cantora, de 44, que se casaram no passado dia 22 de outubro, em segredo – nem os pais nem os filhos de um e do outro souberam –, consideram que esse passo “foi o melhor que podíamos ter feito”. António, que tem dois filhos de relações anteriores, mas nunca tinha pensado em se casar, referiu à CARAS que ao fim de um mês de ter começado a namorar com Rita “parecia que já tudo fazia sentido e já estávamos a viver juntos. E de um dia para o outro resolvemos casar-nos, sem aviso prévio, no quintal de nossa casa!”
Acompanhado por um dos três filhos de Rita, Diogo, de 22 anos, o recém-casado adiantou ainda: “Sinto-me muito bem com todos eles. Fui muito bem recebido e posso dizer que somos mesmo uma família.”

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras