Nas Bancas

Cristiano Ronaldo e George Clooney vão testemunhar a favor de Berlusconi

O antigo primeiro-ministro italiano é acusado de ter pago para ter sexo com uma menor.

Redação CARAS
24 de novembro de 2011, 15:59

Cristiano Ronaldo e George Clooney foram chamados para testemunhar em defesa de Silvio Berlusconi. O antigo primeiro-ministro italiano é acusado pelo Tribunal de Milão de abuso de poder e de ter pago para ter sexo com uma menor. Além disso, Berlusconi utilizou o seu cargo de chefe de governo para libertar da prisão a marroquina Karima el-Mahroug, conhecida como Ruby Rubbacuore, a menor que participou nas festas na sua villa de Arcore, perto de Milão.
Rubi identificou George Clooney e a sua namorada na altura, Elisabetta Canalis, como estando presentes nas festas de Berlusconi. Apesar de a apresentadora italiana ter negado a situação, o ator revelou que esteve numa das festas, afirmando que não se passou nada fora do normal.
Cristiano Ronaldo prestará o seu depoimento depois de a marroquina afirmar que passou uma noite com ele, facto que o craque português se prontificou a desmentir. O trunfo da defesa está agora em mostrar que Ruby era uma bailarina pouco credível.
A marroquina foi chamada como testemunha de defesa e de acusação, já que admitiu ter recebido dinheiro do ex-primeiro-ministro, no entanto, nega ter tido relações sexuais com Berlusconi.
Silvio Berlusconi poderá enfrentar até 12 anos de prisão,pela acusação de abuso de poder, e três anos por ter sexo pago com uma menor. O Tribunal de Milão aceitou esta quarta-feira, dia 23, a lista de 78 testemunhas apresentada pela defesa e o julgamento será retomado no próximo dia 2 de dezembro.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras