Nas Bancas

Catarina Furtado regressa do Sudão do Sul

A apresentadora esteve durante dez dias no mais recente país do mundo.

Marta Mesquita
19 de novembro de 2011, 13:10

Catarina Furtado regressou no sábado, dia 19, do Sudão do Sul, onde esteve a acompanhar várias ações de trabalho humanitário para a terceira série do programa Príncipes do Nada, que deve estrear em março. À chegada ao aeroporto da Portela, a apresentadora partilhou o que viveu, e sentiu, no mais recente país do mundo: “Fomos a primeira equipa de imprensa portuguesa a ir ao Sudão do Sul depois da sua independência, em julho. É um país que ainda é muito instável do ponto de vista da segurança. Foram dez dias muito intensos, com muitas histórias para contar. Foi a primeira vez que estive num país acabado de nascer e sentir o orgulho das pessoas, é algo de muito comovente.”
No meio de tantas histórias de vida que acompanhou, houve algumas que a tocaram particularmente.“Conheci uma ONG que tira as crianças, as raparigas, das ruas. Há meninas com nove, dez anos, na prostituição... Começam muito cedo, porque muitas são órfãs, não têm ninguém, e aquela ONG faz um trabalho extraordinário. É uma realidade que nunca tinha visto”, partilhou a embaixadora do Fundo das Nações Unidas para a População.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras